Empresas Juniores


UNIR institucionaliza diálogo com a Fejero em prol de empresas juniores


   Uma reunião na Reitoria da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), realizada nesta quarta-feira, 1º de novembro, veio assinalar o andamento do diálogo institucional com a Federação de Empresas Juniores do Estado de Rondônia (Fejero) visando criar condições para a efetiva institucionalização de empresas juniores no ambiente universitário, inclusive com todo o apoio necessário para o desenvolvimento de ações positivas entre pró-reitores, a Chefia de Gabinete da UNIR e a Diretoria de Expansão da Fejero. 





   A diretora de expansão da Fejero, Milena Almeida da Silva, palestrou sobre empresa juniores, discorrendo sobre o conceito legal, estabelecido pela Lei 13.267, a atual conjuntura de organização das empresas juniores em federações e apresentou números que revelam a importância econômica desses atores: são hoje 16 mil empresários juniores no Brasil, com 610 empresas juniores, gerando R$ 18 milhões de faturamento em 2017.







   O encontro reuniu o chefe de gabinete da Reitoria, Adilson Siqueira; a pró-reitora de Cultura, Extensão e Assuntos Estudantis, Marcele Pereira, o pró-reitor de Pesquisa, Leonardo Calderon; o pró-reitor de Planejamento, Otacílio Moreira; o diretor do Núcleo de Tecnologia, Carlos Silva; e o coordenador do mestrado em Administração, Carlos André da Silva Muller. A UNIR já vem há algum tempo apoiando a Fejero, uma vez que a Universidade tem algumas empresas juniores que são a Floresta Junior, do curso de Engenharia Florestal do Campus de Rolim de Moura; A Máxima, do curso de Engenharia da Produção, de Cacoal; a A5, das engenharias civil e elétrica, de Porto Velho; a S.A. Junior, dos cursos de Administração, Contabilidade e Economia do Campus de Porto Velho; e a Agronorte, do curso de Agronomia do Campus  de Rolim de Moura.

 

Fonte: UNIR